Pilates Solo e Aparelho

A especialidade

Um dos principais motivos do método Pilates ser muito popular, é aumento da qualidade de vida que sua prática proporciona aos seus adeptos.

Basicamente, o Pilates solo ou Mat Pilates se baseia em exercícios sem ajuda de molas, cama e equipamentos em geral que auxiliam na prática dos movimentos, esse método depende única e exclusivamente da força do próprio corpo para realizar os exercícios.

É possível também, para complementar a aula, utilizar acessórios que facilitam ou dificultam os movimentos, como as bolas de diversos tamanhos, faixas elásticas e pesos leves, dentre outros.

Por exigir que o aluno trabalhe com o próprio corpo, ele terá uma maior estabilização do próprio corpo do praticante já nas primeiras semanas do treinamento, aparecem os benefícios. 

Esse método depende única e exclusivamente da força do próprio corpo para realizar os exercícios, e quase sempre o desafio é que você vença a gravidade, ou seja, que você consiga sustentar seu peso corporal nos mais diversos movimentos que você fará contra a ação da gravidade.

Essa força vem especialmente da ativação do que chamamos no Pilates de “Power House”ou “Casa de Força”, que são um conjunto de músculos profundos, especialmente o transverso abdominal e os multífidos, que quando ativados, promovem estabilidade e sustentação para todos os movimentos que você necessita fazer.

Os exercícios de Pilates realizados nos aparelhos envolvem uma larga possibilidade de movimentos, todos eles realizados de uma forma rítmica, controlada, associada à respiração e correção postural como também é feito no Pilates Solo.

A intensidade dos exercícios desenvolvidos nos aparelhos é fornecida através das molas que são classificadas através de cores diferentes que se classificam em preta, vermelha, verde, azul e amarela, em ordem decrescente de intensidade.

Além de oferecerem resistência nos treinamentos, muitas vezes são usadas como assistência durante o movimento.

A estrutura básica dos aparelhos de Pilates é composta por essas molas, que podem ser usadas de duas maneiras diferentes: elas podem reduzir o esforço que o praticante tem que fazer (facilitando o movimento), carregando parte do peso que você deveria estar puxando ou como uma resistência (dificultando o movimento).

A escolha de como usar essas molas irá depender dos seus objetivos, dando a possibilidade de facilitar ou dificultar o movimento.